Curso Wise Up é bom? Veja o preço, como funciona e se vale a pena

O curso de inglês da Wise Up é bom?

O marketing por trás da rede é grandioso, a marca é patrocinada pela FIFA, mas será que o método realmente funciona? 

Muita gente tem essa dúvida ao buscar uma escola de idiomas.

Basta digitar “wise up” no Google que o buscador já sugere a pesquisa por “wise up funciona”. 

Então, para tirar a pulga atrás da orelha, fomos checar se realmente o aluno aprende a falar inglês em menos de dois anos, como é a promessa do curso.

Ao longo do artigo, traremos a resposta para essa e outras perguntas, explicando como funciona a Wise Up, onde cursar, quanto custa e se essa é uma boa escolha de fato. 

Vamos em frente?

Wise up

Wise Up inglês: conheça o curso

A Wise Up é uma escola de inglês multinacional voltada para adultos, apesar de também ter um programa para adolescentes. 

Foi fundada por Flávio Augusto da Silva, em 1995, na região central do Rio de Janeiro e, atualmente, conta com centenas de unidades espalhadas pelo mundo. 

A proposta da Wise Up é ensinar inglês por meio de vídeos, deixando para trás a velha metodologia de livros grossos e massantes, somados a longos anos até dominar o idioma. 

Com essa abordagem até então inovadora, ela acabou se tornando uma referência no segmento, sobretudo devido à sua missão: aprender e falar inglês em apenas 18 meses. 

É isso mesmo: a escola se compromete a fazer com que os alunos fiquem fluentes em inglês em um ano e meio. 

Uma promessa e tanto, que vai ao encontro de umas das necessidades principais dos adultos que procuram a rede: aprender inglês rápido.

Wise Up funciona? Entenda o método

Como outras escolas de inglês, a Wise Up oferece a possibilidade de o aluno estudar online e em aulas presenciais em grupo. 

O método é baseado no “Lexical Approach” ou “Recorte Linguístico”. 

Ou seja, as aulas são focadas no que é falado no dia a dia e naquilo que é necessário para uma boa fluência verbal. 

Você deve lembrar os tempos de colégio, quando várias regras e conjugações verbais eram ensinadas, como pretérito mais-que-perfeito – coisas que não fazem parte do nosso português coloquial.

E a proposta da Wise Up para o ensino do inglês é justamente fugir disso.

O foco se volta ao vocabulário, a expressões e regras gramaticais que realmente são utilizadas para se comunicar. 

Nas salas de aula, os professores (brasileiros ou estrangeiros) contam com o auxílio da tecnologia do e-board: um portal que funciona como uma versão do livro do aluno. 

O conteúdo aborda temas atuais do mundo dos negócios, como gestão de tempo, trabalho em equipe e liderança, planejamento estratégico, oratória, life coaching, entre outros. 

No meio online, o aluno tem acesso a entrevistas com grandes empreendedores da atualidade, os quais compartilham suas experiências de sucesso e dicas para crescer profissionalmente. 

Além disso, o material conta com o English Guide, um guia prático gravado com explicações sobre a língua inglesa.  

A parte interessante é que os vídeos são feitos por pessoas nativas. E elas falam, de forma descomplicada e contextualizada, sobre situações do dia a dia.

Dessa maneira, o aluno consegue ter uma melhor imersão e contato com um inglês mais “real”, digamos assim, para colocar esse conhecimento em prática, de forma interativa, em sala de aula. 

As aulas são do tipo multilevel class. Isso significa que, na mesma turma (de no máximo 12 alunos), você encontra diferentes níveis de domínio da língua.

A Wise Up aposta nesse mix como uma forma de estimular a interação entre os que têm uma fluência melhor e aqueles que ainda não estão no mesmo ritmo, acreditando que isso gera motivação para quem dá os primeiros passos no aprendizado. 

Wise Up unidades: onde cursar?

No Brasil, a franquia Wise Up possui unidades em 21 estados e no Distrito Federal. Sendo que, em muitas cidades, é possível encontrar mais de uma unidade. 

No site da escola, tem uma sessão reservada justamente para isso. Ali, você consegue encontrar as unidades mais próximas a você. 

Além disso, também há unidades internacionais em Buenos Aires, na Argentina e em Orlando, nos Estados Unidos.

Avaliação: a Wise Up no Reclame Aqui

O Reclame Aqui, há algum tempo, já é um importante indicativo da reputação e fonte de referência sobre um negócio. 

Na plataforma, a Wise Up é classificada como ótima, com uma nota de 8,3 de um total de 10 pontos. 

Considerando os dados gerais, desde 2017, foram registradas 4766 queixas, das quais 99,6% foram respondidas, resultando em um índice de solução alto, cerca de 87,5%. 

A partir de 2019, ela passou a ostentar o Selo RA1000, destacando a Wise Up como uma empresa que possui excelentes índices de atendimento. 

O selo é garantido pela plataforma e indica o compromisso da empresa com o pós-venda, demonstrando um elevado grau de confiança dos clientes na marca, produtos e serviços. 

Não é a toa que 66,3% dos clientes afirmam que voltariam a fazer negócio com a empresa. 

Embora a nota no Reclame Aqui não defina se o método da escola funciona, ao menos você sabe que não vai ficar desamparado e sem resposta caso precise de suporte ou tenha um problema.

Wise Up preço: quanto custa?

Aprender e falar inglês em 18 meses é uma proposta tentadora, não concorda? 

Mas, afinal, quanto custa o curso da Wise Up?

Se você já visitou o site da empresa, deve ter notado que não há uma página reservada para valores de mensalidades. 

Ou seja, é preciso procurar a unidade mais próxima para saber quanto esses cursos custam. 

Essa falta de transparência não é exclusividade da Wise Up, vale dizer. Aqui no blog, você já leu sobre cursos famosos, como o da Open English e da English Live, que seguem o mesmo caminho.

Isso é ruim para o aluno que está se decidindo sobre qual curso de inglês fazer.

Mas para não deixar você sem resposta quanto ao valor na Wise Up, podemos citar o comparativo que fizemos em outro artigo.  

Normalmente, o valor total do semestre fica em torno de R$ 1.800 a R$ 3.600, dividido em até 6 mensalidades.  

O material já está incluso, mas a matrícula não. O custo fica entre R$ 300 a R$ 600. 

Wise Up é uma boa escola, mas há métodos melhores

Como vimos neste artigo, o objetivo da Wise Up não é formar professores. 

A intenção não é ficar aprendendo tempos verbais que ninguém nunca usa, mas focar na comunicação cotidiana e efetiva para o dia a dia.

Vem daí a proposta agressiva de formação em apenas 18 meses de curso.

Não se pode afirmar que a ideia não dá certo, embora o curto prazo e mesmo detalhes do método indiquem  justamente isso.

Inglês só se aprende de um jeito: com foco na conversação.

É exatamente como foi quando você aprendeu a falar português, sua língua nativa.

Exige se arriscar, errar algumas palavras, tentar de novo, tropeçar na pronúncia, até que, aos poucos, a fluência vem.

O ponto negativo da Wise Up, portanto, não está na promessa difícil de cumprir ou no alto custo, mas na falta de um estímulo maior à fala.

Está mais do que comprovado que os melhores cursos de inglês são aqueles oferecidos na modalidade online e com aulas particulares e professor fixo (preferencialmente estrangeiro).

É justamente essa a proposta da EnglishBay, onde você aprende falando.

Então, a Wise Up é uma boa escola, mas peca na oferta de aulas em grupo com alunos de diferentes níveis.

Se você quer estudar no seu ritmo e acompanhar a evolução no idioma inglês, junte-se à EnglishBay. 

Por apenas R$ 149 por mês, você tem acesso às aulas e sem contrato de fidelidade, podendo cancelar quando quiser.

Visite o site, saiba mais sobre o curso e faça agora mesmo uma aula grátis.

 

Aula Grátis Milla
Aula Grátis  Teacher Milla
Rating: 3.1/5. From 36 votes.
Please wait...

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *