Como memorizar vocabulário (pra sempre!): amplie seu vocabulário em inglês

Como memorizar vocabulário (pra sempre!): amplie seu vocabulário em inglês

 

Você quer aprender a falar inglês mas fica se perguntando como é que vai memorizar todo o vocabulário necessário? Pode ter certeza de que você não está sozinho(a). 

 

Muita gente faz essa mesma pergunta. É por isso que, neste artigo, vamos falar sobre a razão pela qual a maioria de nós tem dificuldades pra memorizar… e também sobre 7 técnicas que vão ajudar você a driblar (e vencer!) essa dificuldade. 

 

Por que esquecemos o que aprendemos? 

 

Infelizmente, nosso cérebro não funciona como um computador. Ou seja: não basta um clic para acessar de forma imediata as informações que são importantes pra nós. Para encontrar uma informação escondida em nossa memória, precisamos nos locomover dentro do labirinto de nossa memória. 

 

A boa notícia é que podemos construir atalhos nesse labirinto. A repetição (feita de forma inteligente!), a associação de ideias e a correlação entre conhecimento e emoção são algumas das técnicas que merecem destaque. Se você quer aprender inglês, essas ferramentas poderosas serão muito úteis em dois momentos. Na hora de fazer com que você armazene vocabulário na sua memória, e na hora que precisar recuperar esse vocabulário, para falar em inglês ou entender o que ouve ou lê.  

 

  • Conheça dicas e artigos para se preparar para o Enem

 

7 técnicas que vão ajudar você a memorizar vocabulário

 

  1. Comece pelas frases e palavras mais usadas 

 

A ideia, aqui, é otimizar. Quando você está começando a aprender inglês ou outro idioma estrangeiro, comece pelas palavras mais usadas. Afinal, você quer ser capaz de se apresentar, falar do que gosta e do que quer fazer. Não, necessariamente, discutir o preço do xisto no mercado internacional, certo? 

 

Para ajudar você a priorizar, existem listas de frequência de uso das palavras em diversos idiomas. E elas são incrivelmente úteis. Se você souber  100 palavras da língua inglesa desta lista, por exemplo, vai entender  50% dos textos escritos nesse idioma. Naturalmente, se você quer ser capaz de conversar, sugiro que vá além das 100 palavras. Mas essas listas realmente permitem que você comece pelo que mais interessa. 

 

  1. Use flashcards associados ao Sistema de Repetição Espaçada (SRS)

 

Usar os flashcards baseados no SRS é provavelmente o truque mais antigo para aprender vocabulário. E também o mais eficiente. Isso porque esse sistema permite que você revise (repita) o vocabulário com o qual costuma ter mais dificuldade. E faz isso sempre reduzindo a frequência de repetição das palavras que já conhece, e no momento exato em que o seu cérebro está prestes a esquecer algo que você estudou. 

 

O SRS é uma das principais ferramentas para driblar a chamada “curva do esquecimento”, que descreve a velocidade com que as informações se degradam na nossa memória depois de, teoricamente, terem sido aprendidas. 

 

Para usar o SRS ao seu favor, você pode optar entre, por exemplo, o Anki, um sistema no qual você mesmo(a) cria e programa a revisão de seus flashcards. Ou, então, o app MosaLingua, que faz tudo isso automaticamente pra você. (E com um conteúdo baseado em listas de frequência. Ou seja: com as palavras e frases mais usadas em inglês). 

 

  1. Aprenda com recursos mnemônicos 

 

Você com certeza se lembra de histórias malucas que aconteceram há anos, certo? Disso, você não se esquece! Naturalmente, porque quanto mais estranha ou maluca é uma lembrança, mais ela fica impregnada na nossa memória. 

 

Então, por que não tirar proveito disso também pra aprender inglês? Da próxima vez que você criar uma frase para memorizar com seus flashcards, já sabe! Crie uma bem maluca, engraçada ou estranha. E você vai se lembrar dela até sem querer.  

 

  1. Grave a si mesmo(a) 

 

Gravar um vídeo de você mesmo(a) pronunciando as palavras e frases que aprendeu é um exercício que traz muitos ganhos. O primeiro é que ouvir a você mesmo(a) também ajuda na fixação do novo vocabulário. 

 

O segundo é que, em vídeo, você consegue ver como articula as palavras. E usar isso para se comparar a um nativo no inglês, quando nota que a sua pronúncia ainda não está 100%. Mesmo que o seu objetivo inicial seja aprender vocabulário, você também quer conquistar uma boa pronúncia, certo? 

 

O terceiro é que esse exercício vai ajudá-lo(a) a se sentir cada vez mais à vontade para falar inglês. Ganhar autoconfiança é outro ponto essencial para quem aprende um idioma. Porque, sejamos sinceros, se você quer aprender inglês, aposto que gostaria de conseguir conversar com alguém nessa língua. 

 

  1. Use o vocabulário que está aprendendo

 

Colocar o que a gente aprende na prática é outra técnica infalível para driblar a curva do esquecimento. Porque uma vez que a gente usa aquilo que aprendeu, cria um tipo diferente de sinapse. E incorpora de vez o novo conhecimento à nossa coleção de habilidades. 

 

Então, a cada semana, procure usar o vocabulário novo que você conquistou. No começo, pode fazer isso simplesmente falando sozinho(a). Ou pensando, em inglês, nas tarefas que tem na agenda de cada dia, no que você quer comer no almoço ou nos seus planos para o próximo fim de semana. 

 

Mas, paralelamente, vale a pena começar a procurar alguém com quem conversar. Encontrar um parceiro linguístico nativo no inglês pelo Skype é uma experiência muito rica. 

 

Procure alguém que tenha interesse em aprender português. Vocês podem dividir o tempo para usar os dois idiomas. Dessa forma, todo mundo sai ganhando e você ainda tem a oportunidade de fazer um(a) novo(a) amigo(a). 

 

  1. Desconstrua a palavra ou a frase para facilitar a memorização 

 

Outra ferramenta de memorização eficaz é “desconstruir” a estrutura de uma palavra ou frase. Essa técnica foi elaborada pelo blogger norte-americano Tim Ferriss, que explica como ela funciona neste vídeo

 

Resumindo, a ideia é procurar as semelhanças e diferenças entre o inglês e o português. Se você pensar nas palavras bank e banco, por exemplo, vai notar que elas possuem uma mesma raiz. E isso vai tornar mais fácil memorizar que elas têm também o mesmo significado. O mesmo vale para important e importante e para future e futuro. Ou ainda para human e humano e interesting e interessante, entre muitas outras. 

 

Agora, que você já tem cinco ases na manga, não espere mais. Comece a aprender inglês (ou outro idioma estrangeiro) agora mesmo. 

 

Tenho certeza de que, com essas dicas, você realmente vai conseguir memorizar vocabulário muito mais rápido. E começar a falar inglês muito antes do que imagina… 

 

  1. Alterne entre diferentes recursos de aprendizagem 

 

A ciência cognitiva mostra que há muitas maneiras de aprender novas informações.  E há também uma hierarquia entre as diferentes modalidades de aprendizagem. 

 

Isso fica claro quando observamos a pirâmide da aprendizagem (abaixo). Nela, você pode ver as modalidades de aprendizagem organizadas segundo a taxa de retenção. Ou seja: o quanto elas são eficientes para nos ajudar a memorizar novos conhecimentos. 

retenção

 

Isso explica por que muitos de nós não conseguimos nos lembrar do que ouvimos durante uma aula de inglês nos modelos tradicionais. E por que conversar sobre o que estamos aprendendo, ou até ensinar alguém, são formas supereficiente de ativar nossa memória. 

 

Por outro lado, existe também o estilo de aprendizagem pessoal. Pessoas diferentes aprendem de maneiras diferentes. Na hora de aprender, alguns de nós preferimos estímulos visuais. Outros, auditivos. 

 

O segredo, então, é incorporar todos esses estilos de aprendizagem à sua prática.  Alternar entre recursos de aprendizagem diferentes ajuda você a memorizar vocabulário com mais facilidade. 

 

Ajuda também a criar variedade na sua jornada de aprendizagem… e a evitar o tédio e a perda da motivação, inimigos número 1 de quem quer aprender um idioma. 

 

Este artigo foi escrito pela Lize, da Equipe MosaLingua. 

 

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *